sexta-feira, 25 de agosto de 2017

# Artigo # Curiosidade

Um Pouco de Psicologia




Olá pessoal, estou rendendo muito esse mês aqui no blog, poxa, toda hora aparece um assunto muito bacana pra eu postar, eu sou daquelas pessoas que tem que postar logo, se não a ideia foge, rsrs. Hoje aprendi uma coisa com uma pessoa muito especial. Aprendi que existe:  Id, Ego e Superego. Você que está lendo já ouviu falar sobre isso, e sabe na prática o que é? Pois eu digo que é uma coisa muito útil mesmo na nossa vida.

ID - A força do querer
Não é uma homenagem à novela das 21h da Globo e sim uma boa associação porque tem tudo a ver mesmo. O Id é o instinto primitivo do homem que domina sobre o consciente e o subconsciente. É simplismente "querer" algo sem reflexão, discernimento. Exemplo: Uma criança vai à loja de brinquedos e quer um brinquedo caro, ela não vê que os pais não têm condição, que ela já tem muitos brinquedos, que tendo aquele brinquedo ela vai brincar um pouco e já vai enjoar e que ela precisa de outras coisas que são mais necessárias, como roupas, etc. É uma personalidade defeituosa, não da criança, mais em quem quer uma coisa e não reflete se aquilo é bom ou não. É quem tem diabetes e come doces escondidos, quem está doente e volta a fazer o que a deixou doente. 
Instala-se facilmente o vício, pois a pessoa deixa-se estar sem defesas e entregue aos instintos primitivos. Por isso coloquei o nome da novela, pois na trama mostra claramente pessoas que são comandadas pelo Id: a personagem Silvana (Lília Cabral) por exemplo, não se vê como doente por jogos, ela joga compulsivamente por que ela quer jogar, ela não vê que perde grandes quantias, que está perdendo o marido, etc.

SUPEREGO
O superego é ao contrário, é o estado consciente, mais educação. É a visão realista de tudo que acontece, a voz que diz: cuidado, você vai perder hora, vai se atrasar, você está comendo demais, para de protelar, corre com isso se não vai dar tempo, você está perdendo muito tempo, etc, etc, etc.
Assim como o Id sozinho é exagego, o superego sem o Id também pode ser exagerado, então tem um terceiro aí que é o ego.

EGO
Quem é o EGO? Sou eu, é minha decisão e reflexão entre os dois, para uma melhor escolha diante de tudo o que me aparece. Ego quer dizer "eu" do Latim. Então o ego vem a er o equilíbrio, o discernimento do melhor para mim. Há pessoas que se deixam dominar ou pelo Id ou pelo superego. O correto é alimentar o ego, ou seja, deixar que eu domine a minha decisão a partir dos dois.
Estes imulsos: primitivo ou id, ego e superego devem trabalhar harmoniosamente juntos. É um treino, um trabalho a fazer. Devemos descobrir quem somos, que vida abraçamos e a partir disso trabalhar com os três focando nisso.

E aí gostaram? Espero que sim. Vou trabalhar agora, depois vou descansar um pouco e vou ler. Estou numa dúvida cruel: leio "Cem anos de solidão" de Gabriel Garcian Marques, ou "Contos Mineiros"? Acho que vou ler os dois, tem gente por aí que lê até cinco livros de uma vez só, disso já não dou conta, rsrs. Hoje é sexta-feira, sendo assim, ótimo FDS a todos! Abraços"




8 comentários:

  1. Que belas descobertas e aprendizados tiveste... E sabes, nunca consegui ler mais de um livro por vez... Sou maluca?rs...bjs, lindo fds! chica

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Olá Chica, muito obrigada pela visita! Sim, também acho que forma belas descobertas sim...
      Sobre os livros, você é normal, eu é que sou maluca, as histórias ficam misturadas na minha cabeça, hahahaha
      Igualmente, bjs!

      Excluir
  2. Aprendi algo contigo, pois nunca tinha ouvido falar do ID (se calhar ouvi, mas com outro nome...). O post é muito interessante, gostei de ler.
    Não sabia que a Larissa era maluca... rsrsrs... vc tem cara de santinha... rsrsrs... desculpe a brincadeira, mas não resisti.
    Beijo, querida amiga Larissa.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Olá Jaime, que bom que aprendeu, isso dá uma satisfação na gente que escreve!
      Fiquei feliz. Adorei a brincadeira, na verdade todo mundo fala isso, hahaha
      Eu tenho cara de comportadinha, queitinha, mas na verdade sou bem amalucada - fato verídico, rsrss. Ótimo fim de semana, bjs Jaime, volte sempre...

      Excluir
  3. Belo texto e maravilhoso video, Larissa! "Quem vê cara, não vê que horas são" e eu hoje me acordando, vi que estava com meu relógio atrasado com relação ao teu, querida! Parabéns! Que Deus nunca apague a clara luz do teu caminho. Grande abraço. Laerte.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Olá, Laerte! Que bom te ver aqui outra vez! Que bom que gostou!
      Gostei do novo ditado, hehehe, sim, deu uma diferença boa, excelente observação! Muito obrigada e amém, igualmente! Abraços Laerte!

      Excluir
  4. Oiee Larissa! Entao...gostei muito e saber desses traços psicológicos do ser humano. Acho que cada um de nós está sempre oscilando entre um e outro.
    Leia Cem anos de Solidao..é meu livro favorito. Voce vai amar.
    Beijos,
    Monólogo de Julieta

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Olá Paloma, é muito bom saber disso né? Nossa fez toda diferença na minha vida, rsrs... Verdade sempre oscilamos mesmo!
      Eu estou lendo sim, parece ser maravilhoso, e incrível, todo mundo fala muito bem desse livro! Brigada por me incentivar!
      Bjs bom fim de semana!

      Excluir

Parcerias


Parcerias, digulgadores desse Blog:










Quer ser parceiro(a)?

Envie um e-mail para: larissa.coriemariae@gmail.com