quarta-feira, 9 de agosto de 2017

# Música

Show do Lô Borges / A História do Clube da Esquina






Esses dias tive o privilégio, a honra de assistir o show de um dos maiores compositores do Brasil: o Lô Borges, que ao lado do Milton Nascimento fundou o Clube da Esquina e fez parte do álbum do mesmo, com músicas maravilhosas. Desde que conheci o Lô, gostei muito e me considero muito fã de seu trabalho, acredito que ele é um dos poucos e únicos artistas de verdade que o Brasil possui, e digo com mais orgulho ainda, pois ele é mineiro! Tive a felicidade de ir no show do Milton em 2015, e eis que esse ano tive de novo ao ir no show do Lô.
Deixo aqui um vídeo que gravei durante o show de uma das músicas que mais gosto do Lô Borges:




video
O Trem Azul - Lô Borges


Eu e meu grande amigo Matheus Guimarães



Biografia de Lô Borges

Salomão Borges Filho, mais conhecido como Lô Borges (Belo Horizonte, 10 de janeiro de 1952) é um cantor e compositor brasileiro.
Foi um dos fundadores do Clube da Esquina, grupo de artistas mineiros que marcou presença na música popular nas décadas de 1970 e 1980. É co-autor, junto com Milton Nascimento, do disco Clube da Esquina, de 1972, que se tornaria um marco na música popular brasileira. Entre suas composições mais famosas destacam-se, entre outras, "Paisagem da Janela", "Para Lennon e McCartney", "Clube da Esquina n.º 2" e "O Trem Azul".
É considerado um dos compositores mais influentes da música brasileira, tendo sido gravado por Elis Regina, Milton Nascimento, Flávio Venturini, Beto Guedes, Nenhum de Nós, Ira!, 14 Bis, Skank, Nando Reis, entre outros.
(Fonte: Wikipédia)

Lô Borges no início da carreira


Lô Borges atualmente


O Mítico "Disco do Tênis" - 1° disco solo



Entrevista sobre o "resgate" do disco, muito boa


Amo esse vídeo, é o making off do DVD Intimidade (2008). 





História do Clube da Esquina

Para quem não conhece, o Clube da Esquina surgiu quando Milton Nascimento e Lô Borges se conheceram onde eles moravam, no bairro Santa Teresa em Belo Horizonte. Na verdade, Milton é de Três Pontas, mas estava morando em BH na época. Um dia, Lô descendo as escadas do seu prédio, começou a ouvir um som de violão e alguém cantando, uma voz muito bonita, quanto mais ele descia, mais ouvia aquela maravilha, foi então que viu Milton Nascimento tocando e cantando e se encantou. A partir disso os dois se reuniam para cantar e tocar na esquina, da rua Divinópolis. Um dia falaram para eles: vamos lá no clube, queremos ver vocês cantarem. Eles responderam: não temos dinheiro para ir no clube, nosso clube é aqui na esquina mesmo. Então pegou: Clube da Esquina, nome do movimento de artistas mineiros que inovaram a música brasileira (influenciados por Bossa Nova e The Beatles) e o nome do disco, que tem grandíssima importância.
Mais tarde, mais artistas começaram a aparecer por lá: Fernando Brant (letrista), Flávio Venturini e Vermelho (14 bis), Beto Guedes, etc. E então surgiu esses grandes artistas que são considerados a MPB de Minas Gerais, essas músicas maravilhosas que eu posso dizer sinceramente: isso que é música!


Capa do Disco "Clube da Esquina"



Fotos da galera do clube




2 comentários:

  1. Nunca tinha ouvido o Lô Borges. Mas gostei.
    O Milton Nascimento sim, conheço a sua obra há muitos anos.
    Gostei do seu post, é magnífico.
    Bom fim de semana, amiga Larissa.
    Beijo.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Olá Jaime, imaginei que iria gostar, o Lô é sensacional!
      O Milton então nem se fala, demais.
      Que bom que gostou do post, amo espalhar minha cultura, que bom que existe blog né, hehe
      Bom final de semana pra você também, Jaime, bjo...

      Excluir

Parcerias


Parcerias, digulgadores desse Blog:










Quer ser parceiro(a)?

Envie um e-mail para: larissa.coriemariae@gmail.com