sexta-feira, 14 de abril de 2017

Sexta- feira da Paixão - Lectio Divina


 Meditação - Evangelho João 18 (1-9)



"Está consumado. E inclinando a cabeça, entregou o espírito. Um soldado golpeou-lhe o lado com uma lança, e imediatamente, jorrou sangue e água."

Esta meditação nos mostra que devemos nos atentar ao tamanho do Amor de Deus e sua infinita Misericórdia por cada um de nós ao entregar Seu Filho Amado Jesus Cristo à dolorosa Paixão. Que possamos reconhecer que somos uma miséria cheia de pecados, que tenhamos consciência disso e saibamos nos doar mais, dar nosso sim como Jesus e Maria, a todo sofrimento que nos aparece, oferecendo a Deus para a salvação das almas; sem hesitar, que nos mergulhemos no Sangue Puríssimo de Jesus, para que Ele nos purifique e nos faça santos.
Jesus não teve onde inclinar a cabeça durante sua vida na terra. Quando inclinou, entregou o Espírito.
Que nós não vivamos para buscar comodidades, conforto e prazeres, mas sim nos sacrifiquemos a nossa carne pelo bem de nossa alma, porque o corpo vai passar, ele e suas necessidades, mas nossa alma viverá eternamente. Nosso corpo ressuscitará gloriosamente, mas só ressuscitará quem castigou seus vícios e pecados, mergulhando no Sangue de Cristo.
Que não busquemos louvores, elogios, reconhecimentos e aplausos; pois só Deus é digno de todo louvor. Jesus foi ultrajado, espancado e crucificado. Quem é o homem para querer alguma coisa? Só Jesus poderia desejar e nada desejou, senão, fazer a vontade do Pai.

Nenhum comentário:

Postar um comentário