sexta-feira, 18 de setembro de 2020

Novela da Literatura Brasileira Capítulo I

sexta-feira, setembro 18, 2020 2 Comments

 





Bom gente, afim de espalhar nossa cultura, resolvi fazer uma novela da Literatura Brasileira. Nada como um aprofundamento nesse conteúdo para me nortear nos meus estudos, e levar um pouco de cultura aos nossos queridos blogueiros da nossa Blogosfera tão culta. Claro, que de maneira bem descontraída e vou tentar colocar vídeos bem bacanas e fotografias também.

Vou fazer uma novela, com vários capítulos, cada capítulo tratará de uma escola literária aqui no Brasil. E hoje começarei com a Literatura de informação. Vamos lá?


Literatura de informação





Literatura é a expressão cultural de um povo, como arte da palavra é a expressão estética da linguagem verbal. E a nossa língua, tão rica é a Língua Portuguesa, que a Literatura não poderia ser ruim. Temos muita cultura pra compartilhar, aqui nessa terra habitou muita gente talentosa. No início não tivemos literatura fantasiosa e sim de informação sobre essa terra que havia sido descoberta pelos portugueses. A princípio eram os índios que moravam aqui e foram sobre eles então os primeiros escritos. Trata-se da visão do colonizador sobre os ameríndios. A literatura de informação não é uma escola literária e sim um periodo de descobrimento do Brasil.  É de caráter  descritivo e informativo.

O primeiro texto informativo sobre as novas terras foi a carta escrita por Pero Vaz de Caminha a el-rei D. Manuel. A carta foi manuscrita em forma de diário, somando 27 páginas. Pequena não? Será que hoje a gente escreve cartas assim?



Nesse documento, Caminha apresenta suas impressões sobre a gente e o lugar, com o objetivo final de revelar se a colonização seria vantajosa.

Trecho da carta
"Ali veríeis galantes, pintados de preto e vermelho, e quartejados, assim pelos corpos como pelas pernas, que, certo, assim pareciam bem. Também andavam entre eles quatro ou cinco mulheres, novas, que assim nuas, não pareciam mal. Entre elas andava uma, com uma coxa, do joelho até o quadril e a nádega, toda tingida daquela tintura preta; e todo o resto da sua cor natural. Outra trazia ambos os joelhos com as curvas assim tintas, e também os colos dos pés; e suas vergonhas tão nuas, e com tanta inocência assim descobertas, que não havia nisso desvergonha nenhuma."








José de Anchieta é a figura que congrega a principal produção artística e catequética desse primeiro momento da historiografia literária no Brasil. Como padre, escreveu peças de teatro, poemas e crônicas com finalidade catequética... Quanton amor a Deus e a seus irmãos a ponto de usar a literatura pra evangelizar! Que exemplo temos a seguir...

Um de seus poemas mais famosos é a Santa Inês:


"Cordeirinha linda

Como folga o povo

Porque vossa vinda

Lhe dá lume novo!

Cordeirinha Santa,

De Jesus querida

Vossa santa vinda

O diabo espanta. (...)"



E fizeram uma música pro Anchieta:














Primeira missa no Brasil 




Isso é tudo pessoal.  Volto no próximo capítulo : Barroco no Brasil. Espero que tenham gostado.

Até mais!

domingo, 6 de setembro de 2020

E acreditai: perfumes, só porque é setembro!

domingo, setembro 06, 2020 12 Comments



"Podei a roseira no momento certo

E viajei por muitos dias

Aprendendo de vez a esperar

 biblicamente pela hora das coisas (...)"


Adélia Prado, já escrevi sobre ela aqui no blog, é minha poetisa preferida e pra mim ela é um modelo de escritora e de pessoa. Suas poesias falam sobre Deus, o cotidiano e sobre a natureza. Quando eu estava na faculdade, meu TCC foi sobre seu livro Oráculos de Maio. O nome do meu TCC foi : "Oração em poesia: o olhar místico de Adélia Prado em Oráculos de Maio."

Vou deixar aqui algumas poesias que fizeram parte do meu TCC e logo fazem parte da minha vida. São elas:


Mulher ao cair da tarde

Ó Deus,

não me castigue se falo

 minha vida foi tão bonita!

 Somos humanos, nossos verbos têm tempos,

 não são como o Vosso,

 eterno. (Oráculos de Maio, 2009, pág. 57)



Direitos Humanos

Sei que Deus mora em mim

como sua melhor casa. Sou sua paisagem, sua retorta alquímica

 e para a sua alegria

 seus dois olhos.

 Mas esta letra é minha. 


Presença

Malefício nenhum existe

ao encantamento da hora

em que percebo as cúpulas,

 até um zimbório

 eu vejo na mesquita,

 até cruz no santuário

 - e são árvores na bruma

 à luz reflexa da tarde –

o olho de Deus me vê,

 o olho amoroso d’Ele.

(Oráculos de Maio, 2009, pág.99)



Deus não é severo demais,

 suas rugas, sua boca vincada

 são marcas de expressão

 de tanto sorrir pra mim.

 Me chama a audiências privadas,

 me trata por Lucilinda,

 só me proíbe coisas

 visando meu próprio bem.

 Quando o passeio

 é à borda de precipícios,

me dá sua mão enorme.

Eu não sou órfã mais não. (Oráculos de Maio, 2009, pág.101)


Nossa Senhora das flores

Acostuma teus olhos ao negrume do pátio

 e olha na direção onde ao meio-dia

 cintilava o jardim.

 A rosa miúda em pencas

 destila inquietações,

 peleja por abortar

 teu passeio noturno.

 Há mais que um cheiro de rosas,

 o movimento das palmas não será o réptil?

 Ó Mãe da Divina Graça,

vem com tua mão poderosa,

mata este medo pra mim.(Oráculos de maio, 2009, pág. 121)


É isso pessoal.Espero que tenham gostado da Adélia. Bom setembro pra vocês!

sábado, 5 de setembro de 2020

Bom Deus

sábado, setembro 05, 2020 2 Comments

 



O Bom Deus estava triste

Passeando pelo jardim 

Vi que Ele estava pensando em mim


Porque eu triste estava

Me sentindo abandonada 

Pior no meu nada 


Seu sonho era me ver feliz 

Por mim tem uma grande paixão 

Meu Deus é teu o meu coração!


Vi o Bom Deus olhando pra mim

Disse pra mim que seu amor é sem fim

Imediatamente comecei a sorrir


O Bom Deus me carregou em seu colo 

Me carregou por todo lado

E me mostrou o quanto por mim é apaixonado


Eu disse : Bom Deus 

Eu te amo, sou sua namoradinha 

Sou sua noivinha 


O Bom Deus me disse

Eu sou seu eterno amor

Vem pro abraço do teu Senhor!



terça-feira, 1 de setembro de 2020

Sorrindo pra Vida

terça-feira, setembro 01, 2020 6 Comments

 

 


 (Homenagem ao missionário Márcio Mendes, Canção Nova)

 

Ah que saudades do Sorrindo!

Do pequeno grupo de oração

Quanta unção, quanta canção!

 

É muita canção nova,

Muita vida nova

Muita festa, só canção!

 

Quando só Deus é a resposta

Pelo dom das lágrimas descobri

Que vencendo aflições e alcançando milagres

Só Jesus pode realmente agir!

 

Aprendi a sorrir pra vida

Esperando, esperei, penei

Mas achei quem pode me fazer sorrir!

 

Jesus, Jesus, Jesus

Ele me ensinou a sorrir pra vida

Ele me ensinou a cantar a canção sempre nova,

Todo dia, todo dia

Ser coração, ser amor e adoração!


sexta-feira, 28 de agosto de 2020

quarta-feira, 19 de agosto de 2020

O Blog vai virar livro!

quarta-feira, agosto 19, 2020 6 Comments

 






Bom pessoal, tenho uma bela notícia pra dar! O blog vai virar um livro!
Fazia um tempo que eu estava montando um livro de poesias e prosa, tudo retirado do meu blog!
Já falei com a Editora que se chama Autobiografia, e ela vai publicá-lo em breve, tenho a previsão de 50 exemplares que vão sair no início de 2021.
Estou muito feliz pois é a realização de um sonho: ser escritora e daqui pra frente pretendo escrever mais livros, quem sabe né?
Assim que o livro sair em alguém se interessar é só mandar um e-mail com o endereço que mando o livro pelos correios.
Bom, no mais é isso, deixo para refletir essa frase que foi pronunciada pelo meu professor querido Ariovaldo Guirelli no dia da minha formatura: "Livre é aquele que é preso no livro."

Por horas e horas e horas

quarta-feira, agosto 19, 2020 2 Comments

 






Antigamente eu esperava

Um alguém conversar

A porta do quarto eu fechava

E esperava o telefone tocar

Por horas e horas e horas


Muitas pessoas apareceram

Muitas pessoas foram embora

E esse alguém não encontrei

Esperei, esperei e esperei

Por horas e horas e horas

 

De repente apareceu alguém

Que eu nunca esperava

Esse alguém é meu Senhor

Então acabou toda minha dor

Com Ele eu conversei

Por horas e horas e horas


Agora não preciso mais procurar

A porta do meu quarto vai fechar

Pois tenho com quem conversar

Meu Deus é música no ar

Por horas e horas e horas


Parcerias


Parcerias, digulgadores desse Blog:










Quer ser parceiro(a)?

Envie um e-mail para: larissa.coriemariae@gmail.com