quarta-feira, 16 de janeiro de 2019

Aquele Café

quarta-feira, janeiro 16, 2019 5 Comments



Que saudades do café
Aquele café
Aquele!

Eu não me recordo
Durmo, durmo e acordo
E ainda não recordo
Daquele café!

Mas eu tenho fé
Fé e saudades
Daquele dia, daquele café.

Que café? Qual café?
Aquele, na cozinha
Tinha um bolão, bem grandão!

Que saudades daquele dia
Que não lembro, não recordo
Procuro, procuro!

No baú das memórias
No baú das lembranças
No baú das histórias
Cadê? Cadê?

Não me lembro do café
Com quem? Com a irmã Clara.
Nós tomamos o café, aquele café!
Recorda, tenha fé!
Tomamos sim aquele café.

Tinha bolo bem grandão
Lembro com o coração
Sinto cheiro do café
Sinto gosto do bolão
Não recordo! Não acordo.

Ela disse que tomamos o café
Que saudades. Conversamos até!
Por que sinto saudades se não lembro?
Se não recordo?

Achei!
Achei!
Deus guardou o café e o bolão
No baú do meu coração!



Fiz esse poema para a irmã Clara e lhe dei de amigo secreto ano passado, pois ela me contou desse café e eu não lembrava de maneira alguma. Mas sentia saudades desse dia, então guardei o café nesse poema. Ela adorou.

Experiência do Amor de Deus

quarta-feira, janeiro 16, 2019 0 Comments



"Não existe criatura que saiba quanto, com que doçura e com que ternura nosso Criador nos ama."
Santa Juliana Norwich

Deus é bondade, ternura, doçura, carinho e desvelos infinitos. Só quem sabe disso, aquele que já experimentou o Seu amor, e eu resolvi escrever esse post porque realmente experimentei em abundância e de inúmeras formas...
Não me sinto mais que ninguém por isso, experimentei muito porque me abri muito e porque busquei muito, "Deus não abandona quem O procura." ( Salmo 9) e "Ele não recusa seus bens aqueles que caminham n'Ele" (Salmo 83)
Antes de ter profundas experiências com o Bom Deus, eu pensava que Ele era bravo, carrancudo, um ser poderoso que me vigiava e queria me castigar pelos meus erros. Coloquei-me a pensar porque pensava isso, já que meus pais foram muito carinhosos comigo e nunca me bateram. Então me lembrei que tive relacionamentos na minha infância com pessoas extremamente estúpidas e grossas: professoras, dentistas entre outros. Essas relações me educaram para o medo: estudava por medo e não por amor, cuidava dos dentes por medo da repreensão. E isso consequentemente abalou a imagem que eu tinha de Deus como alguém que queria me punir.
Mas com o tempo, fui me aproximando de Deus, mas através de grupos de jovens, e de orações como o terço, me apegando à figura de Nossa Senhora, que parecia para mim uma Mãe Amorosa, e depois acabei me abandonando nos braços de Jesus, tendo-O como um íntimo confidente. Contava tudo a Ele no sacrário na Igreja e tinha uma foto d'Ele em meu quarto, com um rosto bem carinhoso. É essa daqui:



Comecei a ter muita intimidade com Ele, contando tudo da minha vida pra Ele, e sentia uma ternura sem igual quando eu estava na Sua presença. Comecei a ter um conhecimento e experiências mais profundas quando conheci um missionário muito abençoado chamado Márcio Mendes, pregador de um programa diário da Canção Nova chamado Sorrindo pra Vida, (que assisto até hoje) que na época me tocou profundamente com essas pregações e alguns livros também dele. Então comecei a ver Deus como um Pai amoroso, compassivo, alegre e feliz. Um Pai que queria a todo custo me envolver com Seu amor, e eu totalmente apaixonada por Ele me deixei envolver completamente.
Desde então nossa relação só cresceu e sempre senti Deus cada vez mais próximo. A minha segunda experiência e muito mais profunda foi com a leitura da auto-biografia da santa muito conhecida: Teresinha do Menino Jesus - carmelita, que li inúmeras vezes cada vez me apaixonando mais pelo amor paternal e carinhoso do Bom Deus. Como ela eu fiz uma experiência religiosa em um convento e foi por um tempo apenas, mas esse tempo mudou minha vida para sempre.
Tive experiências tão profundas do amor de Deus de maneiras tão sensíveis nas emoções e também nos sentidos que seria impossível descrever com palavras. Sem medo me lancei em suas mãos carinhosas, cheias de afeto e vi que Deus era como uma criança que queria brincar comigo, um Pai divertido e carinhoso que queria me ninar em seu colo, me mostrou que sempre cuidou e me amou como se só eu existisse, desde o ventre materno me amou. O Amor de Deus quando sentido só podemos externar de duas formas: pelas lágrimas sem fim ou através da arte : poesias, músicas, pinturas, etc.
Quem sente o Amor de Deus muda para sempre, porque Deus nos ama de maneira única, particular, peculiar e para sempre. Nunca muda, não é um amor humano mas sim divino: imutável.
Deus quer realizar todos os desejos do nosso coração, Ele tem para nós uma vida transbordante e eterna que já começa aqui se nos apegarmos a Ele.

"Deus é um manto que nos envolve, abraça e agasalha, para nunca mais nos abandonar."
Santa Juliana de Norwich

Deus sente grande prazer em ser nosso Pai, e também nossa Mãe. Ele nos ama com um amor "entranhas de mãe" porque Ele é o nosso Criador, aquele que nos gerou, que nos desenhou.
"Provai e vede como o Senhor é bom", sim Ele quer que nós o experimentemos: sintamos sua doçura, sua ternura, seu afeto. Deus é afetivo, Ele quer nos abraçar, nos encher de carícias.
"Seus filhinhos serão carregados ao colo e acariciados no regaço."  (Isaías 66, 12)
Ele é pura suavidade, ternura , pura paz e alegria infinita. Deus é alegria, Ele é sorridente, amoroso, aquele que nos acolhe e faz festa por nós:
" O Senhor teu Deus, está no meio de Ti como um herói Salvador! Ele anda em transportes de alegria por causa de Ti, Ele te renova seu amor. Ele exulta de alegria a teu respeito, como em um dia de festa." (Sofonias 3, 17-18)
E o Salmo 138 mostra um Deus companheiro que vive a vida junto conosco e nos sonda: "Senhor vós me perscrutais e conheceis, sabeis tudo de mim.Me cercais por trás e pela frente e estendeis sobre mim a vossa mão." Quer maior demonstração de carinho e um olhar atencioso, de um Deus que não tira nem por um momento de nós o seu olhar? Não um olhar que vigia, mas sim que ama e participa de cada detalhe da nossa existência.
"Deus é leve, faz tudo voar e dançar" disse o escritor Rubem Alves, e para mim Deus é engraçado, divertido, carinhoso, suave, fiel, justo : um Deus pessoal, com características pessoais, um Deus próximo, ou seja, o nosso querido Pai.
Por fim, concluí que Deus é toda a beleza reunida, tudo que conheço de bom veio d'Ele, por isso Ele é o fim de todos os meus desejos de felicidade, o único capaz de me preencher e de me fazer feliz. Então a experiência de Deus nada mais é que uma experiência afetiva, pois Ele colocou em nós esse desejo pelo amor, pois Ele é Amor, e nada melhor para manifestar esse amor a nós seres humanos que não o afeto, o carinho, a doçura e a ternura. Deus nos enche de desvelos infinitos.
Mas o que Ele deseja de nós? Pois não para na experiência, Ele pede que nós sejamos santos como Ele é santo, por isso enviou Jesus Cristo para nos libertar do pecado que nos afastou d'Ele. E em Jesus somos filhos novamente desde que vivamos como Ele viveu. A santidade não é uma exigência, uma ditadura, mas sim um caminho de felicidade. A santidade gera em nós a alegria de ficarmos parecidos com Alguém que verdadeiramente é nosso Pai e que nós admiramos e desejamos profundamente.
Apesar de tudo, infelizmente não conseguimos provar na vida somente flores, a cruz existe como caminho para o céu, Jesus não mentiu para nós, pediu que cada um carregasse sua cruz para poder segui-Lo. E realmente, nossa vida tem muita alegria sim, mas também há momentos de sofrimento, tristeza, perdas, doenças, e com certeza eu já sofri muito na vida, ninguém escapa! Mas há diferença de sofrer com Deus de sofrer sem Deus: a cruz existe mas se a carregamos no colo de Deus não percebemos o seu peso. Se me afasto de Deus só vejo a minha cruz em minha mão, então ela pesa. Mas se estou no colo de Deus com a cruz na mão, fito meus olhos nos dEle e suas carícias me envolvem de tal forma que já não percebo o peso da cruz. Sofremos unicamente por causa do pecado, o pecado é que ofende a Deus e nos atrai o sofrimento. Mas Jesus nos resgatou com Seu Sangue e ressuscitou, e cabe a nós seguirmos seus ensinamentos, nos apegarmos a Ele, para com Ele um dia ressuscitarmos também, eis a nossa esperança!

Que o nosso propósito de vida seja "Viver com Deus" pois sem Ele nada podemos fazer, com Ele tudo se torna leve e saboroso, temer a Deus é amá-lo e admirá-lo, querer ficar em sua companhia.
"Verdadeiramente um dia em Vossos átrios vale mais que milhares fora deles." (Salmo 83)

Deus e eu: que imensa maioria!
Aqui deixo minhas músicas preferidas, as que mais me tocaram na minha caminhada com Deus (chorei muito ouvindo elas e choro até hoje!):


Doces Palavras - Toca de Assis


Quem me segurou foi Deus - Nelsinho Correia


Metade de mim - Rosa de Saron


"Guarda-me como um Pai que carrega seu filho em seus braços de amor..."
(Doces Palavras - Toca de Assis)
Sempre cantei essa música como minha oração mais profunda, principalmente essa frase. Desejo igualmente a todos que amem a Deus como eu amo!
Gratidão Paizinho! Eu Vos amo! Abba, Pai!


Viagem ao redor do meu quarto

quarta-feira, janeiro 16, 2019 4 Comments


Como De Maistre escreveu um livro com esse título, eu invejei (no bom sentido) e quis fazer um post na minha humilde literaturinha. Meu quarto é um mundo pra mim, alguém que for ler pode pensar que ele é imenso mas para a surpresa de muitos, ele é pequeno, mas suficiente para mim, pois faço minhas as palavras do escritor para mim muito querido, o Mário Quintana, que diz "Não importa que meu quarto seja pequeno, pois eu moro em mim mesmo."
Enfim, o que quero dizer do meu precioso espaço, do meu cantinho? Que ele me expressa como sou, ele é o único espaço que posso dizer que é só meu pois ele sempre foi exclusivo pra mim para minha alegria pois não vivo sem privacidade, amo minha solidão, amo estar a sós comigo mesma. Acredito que todo quarto tem a cara de seu dono (não tô querendo ofender quem tem quarto feio ou muito bagunçado) mas geralmente damos a nossa cara ao nosso cantinho.
Não vou tirar fotos do meu quarto pra por aqui, pois quarto é extremamente pessoal para se expor no mundo da internet, mas vou fazer um passeio tentando fazer o leitor imaginar, o que acho bem interessante, pois cada pessoa que ler vai imaginá-lo de um jeito mas nunca vai saber como realmente é como nos romances e todos os livros de ficção, o leitor é quem manda no figurino e no cenário.
Bom pra começar tem minha cama, claro, de madeira mogno ela tem um tom de marrom escuro com marrom claro, é de solteiro, mas bem espaçosa e o colchão bem macio. Gosto de colchas bem coloridas com estampas bem floridas. Em cima da cama sempre ficam duas almofadas de formato de coração com meu nome e sobrenome que foram feitas à mão por dois alunos meus, guardo com muito carinho.
Ao lado da minha cama tem uma penteadeira, com um espelho bem grande, um espaço para colocar meus porta-joias, entre outros enfeites bem delicados. Embaixo delas tem muitas gavetas que uso para guardar roupas. Exceto uma gaveta super especial que uso para guardar lembrancinhas de amigos como cartas e cartões de natal, aniversário, etc.
Logo ao lado dela tenho um guarda-roupas de quatro portas e nele guardo muitas roupas (claro, rs) e também tem espaço nele para guardar meus sapatos (isso acho uma benção) por isso não tenho sapateira e fica super prático e por isso não tenho sapatos espalhados no chão como já vi em muitos quartos que entrei, hehe. Em cima do guarda roupas tem algumas coisas como bolsas, malas de viagem e objetos que não uso muito.
Agora vem minha parte preferida: minha escrivaninha que fica de frente pra a penteadeira, do outro lado. Ela é branca e rosa. Em cima tem um espaço elevado que faço meu Altarzinho Religioso: nele está minha Bíblia ao centro com um terço em cima e atrás tem uma imagem de Nossa Senhora, Uma pintura linda de Jesus num quadrinho bem no meio, que costumo orar, conversar com Deus olhando para essa pintura, e duas imagens de minhas santas de devoção: Santa Teresinha e Santa Cecília. Há também uma pequena vela, um pequeno Ostensório de Jesus Hóstia, um óleo de Santa Rita, e um vidrinho com um pouquinho da água da gruta de Nossa Senhora de Lourdes, eu consegui numa viagem que eu fiz. Logo embaixo há um bom espaço para escrever, há alguns enfeites e uma caixinha de giz de cera que uso para pintar, desenhar.
Embaixo há uma prateleira que guardo meus cadernos espirituais: diários, caderno de poesias, e outros de anotações de estudos da Igreja. Também há cadernos e pastas de música e desenho.
Mais embaixo há um bom espaço que fiz a minha bibliotequinha: todos os meus livros enfileirados por ordem de tamanho. Há também outro espaço com meus álbuns de fotos. Do lado da escrivaninha fica meu violão.
A janela fica ao lado da cama, o que acho uma benção pois quando estou na cama lendo, ouvindo música ou rezando posso observar a natureza lá fora ou a chuva.
Em cima da escrivaninha fica meu mural de fotos: procuro sempre trocar as fotos para não enjoar, mas geralmente coloco fotos de família, amigos, viagens etc. Enfim, acabou nossa viagem, espero que tenham gostado, é humilde, simples é meu rosto, minha alma, é parte de mim.

FIM 


sábado, 5 de janeiro de 2019

Nosso Jardim

sábado, janeiro 05, 2019 2 Comments


Estava sozinha num jardim
Um jardim sem flor, bem ruim
Eu me sentia tão só
Eu me sentia um grão de pó

Então um Deus de amor apareceu
Pegou em minha mão, logo eu?
Me levantou e me abraçou
Ele me disse, Sou Seu Deus, Eu Sou.

Eu disse: Meu Deus, Meu Amor,
Ao Te ver meu coração acordou!
Olha pra mim, sou um jardim sem flor
Eu preciso da sua ajuda Senhor!

Deus caminhou ao meu lado,
Disse que por mim é apaixonado
Jogou sementes por todo lado
Com nossas lágrimas tudo foi regado.

Flores cresceram de repente
Fiquei feliz completamente
Flores azuis amarelas florescentes
Cores vivas, pálidas e quentes...

Eu disse: Meu Deus, Meu Amor!
Agora sou Jardim cheia de flor
Quero caminhar contigo Senhor
Me leva por onde for!

Deus me disse cheio de amor
Sou seu Amor, seu Protetor
Seu jardineiro, tu és minha flor
Deixe-se regar por teu Senhor...

Eu disse: Só  o Senhor me faz feliz
Alegre feito um chafariz
Sou uma flor pra sempre a sorrir
Pois aos teus abraços eu me rendi.

Deus me disse a sorrir:
É só no meu abraço que você vai para sempre florir...

terça-feira, 1 de janeiro de 2019

Caleidoscópio

terça-feira, janeiro 01, 2019 2 Comments

Caleidoscópio ou calidoscópio é um aparelho óptico formado por um pequeno tubo de cartão ou de metal, com pequenos fragmentos de vidro colorido, que, através do reflexo da luz exterior em pequenos espelhos inclinados, apresentam, a cada movimento,combinações variadas e agradáveis de efeito visual.

Bom para o primeiro dia do ano quis trazer esse conceito para explicar sobre a vida ser um caleidoscópio. Quem acredita que a felicidade está  nos êxitos e nos bens materiais está muito equivocado. A vida é  feita de pequenas e breves alegrias, momentos, todos passageiros que se não soubermos aproveitar podemos perder o sentido. A vida é um caleidoscópio: é você que vai juntar suas contas de vidros e torná-la bela. Hoje juntei duas contas de vidro: quando li um livro que amo e quando pisei na grama com o pé  descalço. Cada dia é recheado de pequenas alegrias e basta você saber percebe-las. 


Fiz um pequeno verso:

Olha as pequenas alegrias
Guarde elas todos os dias
Junte-as e faça um colar
Deus pra sempre vai guardar
E um dia vai te entregar...

A vida passa num segundo. Não desperdice. Monte seu caleidoscópio. Feliz 2019.

sexta-feira, 14 de dezembro de 2018

Meus Presentes para Deus nesse Natal

sexta-feira, dezembro 14, 2018 10 Comments




Lendo um livro de Rubem Alves pela segunda vez: "Transparências da eternidade" relembrei algo que "super" concordei com ele. Ele diz que as pessoas são muito equivocadas ao oferecer presentes para Deus ficar mais feliz como: subir de joelhos uma escadaria longa, ou deixar de comer o que gosta, ficar sem ouvir música, etc. Concordo com ele, tenho certeza absoluta que Deus não tem prazer algum em nosso sofrimento, pelo contrário, a alegria de Deus é a nossa alegria, como disse um santo: "A glória de Deus é o homem vivo", ou como disse Jesus: Eu vim para que tenham vida e vida em abundância, e depois da morte a vida eterna. Deus é amigo da vida, da alegria e do bem estar. Deus só não gosta do egoísmo e da ganância.
Por isso que a caridade vem acima de tudo isso. Então voltando ao livro do Rubem Alves, ele faz uma lista de presentes que ele quer dar a Deus, coisas prazerosas pra ele, que lhe dão alegria infinita, que com certeza deixa Deus muito feliz, são nossos simples "ouro, incenso e mirra" da nossa existência. Na certeza que Deus vive junto comigo e se compraz da minha felicidade, elaborei uma lista de presentes que quero dar a Deus mas não só nesse Natal mas durante o ano de 2019 e enquanto eu viver... Bora lá que a lista é grande:

  • Vou andar de bicicleta pela tardinha
  • Vou fazer carinho nos meus cachorros e pegá-los no colo.
  • Vou abraçar o Afonso, o menininho da minha vizinha.
  • Vou pegar a Agnes no colo.
  • Vou abraçar e beijar minha avó Aparecida.
  • Vou abraçar mais quinze vezes a irmã Felipa cada vez que eu a ver.
  • Vou agradecer meus pais por tudo e dizer que os amo.
  • Vou ouvir mais mil vezes todas as músicas do 14 Bis e Lô Borges, vou ouvir "Vento Ventania" One of us e "Glory of Love" meditando a tradução que pra mim é um diálogo entre Deus e eu.
  • Vou chorar de rir e dar altíssimas gargalhadas.
  • Vou sorrir para os espelho.
  • Vou escutar "Apassionata" enquanto leio.
  • Vou assistir todos os dias os programas: Sorrindo pra vida, Chaves e Chapolin.
  • Vou caminhar ouvindo música e apreciando a natureza
  • Vou rezar cantando e cantar rezando.
  • Vou caminhar descalça na grama e deitar na grama contemplando as nuvens
  • Vou tomar leite com toddy gelado
  • Vou comer pastel de queijo
  • Vou sempre conversar com Deus comentando com Ele sobre as coisas engraçadas e belas.
  • Vou chamar os amigos e amigas pra tomar café e assistir filme comendo pipoca, ir fazer um piquenique ou ir num show.
  • Vou desenhar e pintar com giz de cera
  • Vou limpar a casa escutando minhas músicas favoritas, dançando e cantando ao mesmo tempo fazendo do rodo e da vassoura meus "microfones".
  • Vou tocar violão e cantar na maior altura sem hora pra acabar.
  • Vou falar pra Deus que eu o amo e agradeço por ter me dado a vida: cedo, de tarde e de noite, e se eu acordar pela madrugada falo de novo.


Ufa... Fim. Tenho certeza que Deus ficará muito contente com meus presentes. E os seus? Deixe nos comentários. A alegria de Deus é a nossa alegria, Deus é como uma criança, por isso nasceu entre nós para nos salvar. Ele nos ama apaixonadamente. Um Feliz Natal e 2019 cheio de alegria!

segunda-feira, 3 de dezembro de 2018

Tudo num sopro

segunda-feira, dezembro 03, 2018 4 Comments


Lancei um olhar amoroso sobre mim:
Sou um sopro de Deus
Semente de Deus
Sou a alegria de Deus.

Que minha mão pinte jardins de flores
Que minha voz cante belas canções
Que meus passos deixem marcas de céu, de céu, de céu...

No meu pescoço tenho um colar pendurado
Pendurei Deus feito colar
Saí com Deus pendurado

Saí aos campos a saltitar
Saí a cantarolar
Cantava: meu Deus, pra sempre vou Te amar!

Um vento soprou:
Deus me abraçou...
Deus me abraçou!

Seu amor é explosão!
Agora aguenta coração:
Deus pulou de emoção!

Deus me colheu com amor
Sou rosa do meu Senhor
Vou com Ele por onde for.

Tudo num sopro.

Parcerias


Parcerias, digulgadores desse Blog:










Quer ser parceiro(a)?

Envie um e-mail para: larissa.coriemariae@gmail.com